Caldo verde

O caldo verde que de verde não tem nada, é uma sopa feita com couve (por isso o nome), típica de Portugal onde servem de entrada ou de ceia devido à sua simplicidade e leveza. Muito antigamente eu chamava meu creme de ervilhas de caldo verde, pq ele sim é verde não é? 😆 Mas vai lá minha receitinha pra vcs:
_________________
Caldo Verde para 6 pessoas:
☑️ 8 batatas Monalisa grandes (10 médias);
☑️ 2 batatinhas salsas;
☑️ 1 cebola picada;
☑️ 3 dentes de alho picados;
☑️ 1 xícara de chá de alho poró picado (talo e folhas);
☑️ 2,5 lt aproximadamente de caldo de legumes caseiro ou água;
☑️ 300 grande chouriço português ou linguiça defumada portuguesa;
☑️ 150 gr de calabresa;
☑️ 4 folhinhas de sálvia fresca;
☑️ 1 folha de louro seca;
☑️ cebolinha a gosto;
☑️ sal e pimenta do reino moída na hora;
☑️ 6 folhas de couve finamente picadas (quanto mais fininha, melhor). 

PREPARO: numa panela refogue no azeite o alho, depois a cebola e alho poró; deixe murchar um pouco e acrescente as batatas picadas em cubos. Coloque o caldo ou a água, o louro, sal e pimenta, tampe a panela e deixe a batata amolecer. Enquanto isso numa outra panela, frite as linguiças até sair um pouco da gordura. Quando a batata tiver no ponto, bata tudo no liquidificador ou com o mixer na própria panela e acrescente as linguiças escorridas. Deixe ferver bem no fogo baixo a fim de que o sabor delas solte no creme. Se precisar de mais caldo, acrescente aos poucos. Coloque a sálvia e acerte o tempero. Quando estiver pronto, incorpore a couve e a cebolinha e desligue o fogo. Sirva com croutons ou pães.
__________________